Ouça agora na Rádio

N Notícia

Lewis Hamilton conquista o tetra da Fórmula 1 em corrida vencida por Verstappen

FOTO: © Steven Tee

Lewis Hamilton conquista o tetra da Fórmula 1 em corrida vencida por Verstappen

Britânico igualou o número de títulos de pilotos como Vettel e Alain Prost

Todas as informações compartilhadas são do portal de notícias esportivas SUPER ESPORTES, acesse!

 

Lewis Hamilton conquistou o tão desejado tetracampeonato da Fórmula 1. Neste domingo, o britânico foi apenas o nono colocado no Grande Prêmio do México, mas com a quarta posição de Sebastian Vettel, único que podia evitar o título antecipado, o piloto da Mercedes chegou à quarta conquista. A corrida foi vencida por Max Verstappen, da Red Bull.

 

Após um toque entre Hamilton e Vettel logo após a largada, ambos foram para os boxes e caíram para as últimas colocações. O alemão da Ferrari tratou de se recuperar rapidamente e fez uma ótima corrida, mas não foi suficiente, já que, com o nono lugar do britânico, o alemão precisava da vitória. Por sua vez, Lewis chegou a ter problemas no carro durante a corrida, mas superou as adversidades e garantiu o tetracampeonato.

Verstappen, que fez ótima largada, liderou toda a corrida e não foi ameaçado. A segunda colocação foi do finlandês Valtteri Bottas, da Mercedes, e a terceira de Kimi Raikkonen, também da Finlândia, da Ferrari. Felipe Massa, que teve problema no pneu no início da prova, terminou apenas em 11º.

Restam apenas duas corridas para o final da temporada de 2017 da Fórmula 1. No dia 12 de novembro, a categoria desembarca em Interlagos, no Brasil. A última prova será realizada no dia 26 de novembro, em Abu Dhabi.

A corrida

Como esperado, a largada do GP do México foi recheada de emoções. Após conquistar a pole position, Vettel não conseguiu manter a primeira colocação por muito tempo, já que Verstappen foi para cima e assumiu a ponta. No duelo, os carros acabaram se tocando, mas sem prejuízo.

Tentando se aproveitar, Hamilton foi para cima de Vettel e os dois acabaram se tocando e tiveram que ir para os boxes. Enquanto o alemão da Ferrari teve que trocar o bico do carro, o britânico da Mercedes teve o pneu traseiro direito furado. Dessa maneira, os dois líderes do campeonato caíram para as últimas posições.

Quem também não teve sorte foi Felipe Massa, que chegou a assumi a sexta colocação no início, mas foi chamado pela Williams aos boxes por conta de um problema no pneu diante direito. Com isso, a prova do brasileiro foi comprometida.

Enquanto isso, Verstappen seguia tranquilo na ponta, seguido por Bottas, que fez uma ótima largada. Precisando ganhar muitas posições para evitar o título antecipado de Hamilton, o alemão da Ferrari ia para cima de quem estava à sua frente.

Por sua vez, Hamilton pouco conseguia fazer e permanecia entre os últimos colocados. Apresentando ritmo ruim e pouca potência, não demorou até o tricampeão receber bandeira azul e ser obrigado a abrir caminho para os carros mais rápidos, tomando uma volta de Verstappen e Bottas. Contudo, o britânico melhorou o desempenho e conseguiu ultrapassagens.

Apesar de fazer uma ótima corrida e de ganhar inúmeras posições, Vettel não conseguiu tirar a vantagem necessária para evitar o título de Hamilton, que ainda conseguiu pontuar no México. Assim, apesar do esforço do alemão da Ferrari, Lewis chegou ao quarto título de forma antecipada.

Confira abaixo a classificação do GP do México.

1: Max Verstappen (HOL/Red Bull)

2: Valtteri Bottas (FIN/Mercedes)

3: Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari)

4: Sebastian Vettel (ALE/Ferrari)

5: Esteban Ocon (FRA/Force India)

6: Lance Stroll (CAN/Williams)

7: Sergio Pérez (MEX/Force India)

8: Kevin Magnussen (DIN/Haas)

9: Lewis Hamilton (GBR/Mercedes)

10: Fernando Alonso (ESP/McLaren)

11: Felipe Massa (BRA/Williams)

12: Stoffel Vandoorne (BEL/McLaren)

13: Pierre Gasly (FRA/Toro Rosso)

14: Pascal Wehrlein (ALE/Sauber)

15: Romain Grosjean (FRA/Haas)


Não completaram

Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull)

Nico Hulkenberg (ALE/Renault)

Brendon Hartley (NZL/Toro Rosso)

Marcus Ericsson (SUE/Sauber)

Carlos Sainz (ESP/Renault)

FONTE: SUPER ESPORTES
Link Notícia